DETALLE GRUPO DE TRABAJO 21

GT 21.  DIREITOS HUMANOS, MOBILIZAÇÃO SOCIAL E PRÁTICAS ESTATAIS

Coordinadores:

Pilar Uriarte.  Prof. Adj. Dpto. Antropología Social, Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación. Universidad de la República; pilar.uriarte@gmail.com

Patrice Schuch. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); patrice.schuch@gmail.com

Paula Lacerda. Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); lacerdapaula@gmail.com

Comentarista: Maria Gabriela Lugones. Universidad de Córdoba, Argentina; negralugones@yahoo.com.ar

 

Sesión 1:Eixo infância, pobreza e intervenções estatais (miércoles 2/12/2015) Horario: 8:30 a 12:30

1. Dra. Andrea Szulc

     Dra. Noelia Enriz

UBA/CONICET

Derechos humanos en tensión. La política, las calles y la niñez indígena en Argentina

2. Agustín Barna

FFyL-UBA. Doutorando

Actuaciones estatales e iniciativas populares en la circulación y crianza de niños

3. Eugenia Morey

Instituto de Ciencias Antropológicas, Universidad de Buenos Aires

El cuerpo como territorio de la mirada colonial, las violencias sexuales como violencias mediadas

4. Helena Patini Lancellotti

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS

A incorporação de estruturas normativas na gestão da infância e juventude em situação de rua, em Porto Alegre/RS

 

Sesión 2: Novos sujeitos de luta e a gramática dos Direitos Humanos (miércoles 2/12/2015) Horario: 13:30 a 17:30   

5. Fernanda Nunes

PPGSA/IFCS/UFRJ

“Se a gente se isolar, tudo fica mais difícil”: notas etnográficas sobre mobilizações de familiares de autistas no Rio de Janeiro (Brasil)

6. Clarice Monteiro Machado Rios  

Pós-doutoranda no Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Os múltiplos ‘sujeitos de direitos’ do autismo

7. Maria Izabel dos Santos Garcia

Doutora/UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro)

Profa Adjunta/UFF (Universidade Federal Fluminense

O movimento social dos surdos brasileiros e a implementação do exame prolibras

8. Pedro Lopes

Doutorando em Antropologia Social | Universidade de São Paulo

Pesquisador do Núcleo de Estudos sobre Marcadores Sociais da Diferença (NUMAS/USP)

Desafios da primeira pessoa: algumas notas sobre “deficiência intelectual” e dinâmicas de representação

9. Alexandra Barbosa Da

Silva

Programa de Pós Graduação

Em Antropologia/Universidade

Federal da Paraíba-Brasil

O ser ou não ser “humano”, justiça e direitos: reflexões a partir da situação dos

Kaiowa e dos guarani em Mato Grosso do Sul-Brasil

Sesión 3: Eixo famílias, operadores estatais políticas de moradía-reasentamento (jueves 3/12/2015) Horario: 8:30 a 12:30

10. Natalia Montealegre

Pilar Uriarte

Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, UDELAR

Dpto. Antropología social - Facultad de Humanidades y Ciencias de la Educación, UDELAR

Del derecho a la hospitalidad: el plan de reasentamiento en Uruguay de familias sirias refugiadas en el Líbano

11. Ilda Janete Steimetz Costa

Marisete T. Hoffmann-Horochovski

Mestranda em Desenvolvimento Territorial Sustentável (UFPR)

Professora do curso de Gestão Pública e do Programa de Desenvolvimento Territorial Sustentável (UFPR)

Políticas sociais para família em matinhos/pr: percursos da cidadania na interação entre operadores e beneficiários

12. Michelle Lima Domingues

Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense (UFF)
Departamento de Ciências Humanas (PCH)
Instituto do Noroeste Fluminense de Educação Superior (INFES)
Núcleo de Estudos e Pesquisas Saberes, Conflitos e Territórios - Necter

Famílias trabalhadoras e habitação: uma experiência de cooperativismo e mobilização comunitária

13. Lara Regitz Montenegro

 Binô Mauirá Zwetsch

Bacharel em Geografia (USP), Especialista em Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais (UFMG)

Cientista Social (UFRGS), Especialista em Saúde Mental Coletiva (UFRGS)

Participação social na construção de políticas públicas para a população em situação de rua no Brasil

Sesión 4: - Eixo violações de direitos, ação, e posibilidades de enunciaçao (jueves 3/12/2015) Horario: 13:30 a 17:30    

14. Tiago Lemões

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil

Vigiar, defender e lutar: sobre direitos e intervenção nas margens do Estado

15. Heloisa Buarque de Almeida

Universidade de São Paulo

(Profa. do Departamento de Antropologia)

Sexo ou estupro? “Novas” formas de violência de gênero na vida universitária

16. Andressa Lídicy Morais Lima

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade de Brasília, sob a orientação do professor Luís Roberto Cardoso de Oliveira.

Direito ao reconhecimento ou reconhecimento de direito? Direitos Humanos e sentidos de justiça em disputa no STF

17. Juliana Farias

 (PPCIS/Uerj)

“Dizer homicídio não é o mesmo que dizer homicida”: Disputas polticas e gramaticais no campo de defesa dos direitos humanos no Brasil

Sesión 5: Eixo direitos, políticas públicas  e gênero (viernes 4/12/2015) Horario: 8:30 a 12:30

18. Laura Cecilia López

Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Mortalidad materna, movimiento de mujeres negras y derechos humanos en Brasil: una mirada antropológica

19. Marina Medan

Centro de Estudios en Desigualdades, Sujetos e Instituciones - Universidad Nacional de San Martín / Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas – Argentina

El rol de la maternidad en la regulación estatal de mujeres jóvenes “en riesgo”

20. Miriam Steffen Vieira

PPGCS/Unisinos

“Mi ku nha pai”: pedagogias do cuidado em Cabo Verde

21. Ranna Mirthes Sousa Correa

Mestrado PPGAS - DAN/UnB

“Paternidade responsável começa pelo registro”: Discutindo a promoção da filiação no Tribunal de Justiça em Maceió, Alagoas

22. Macarena Blázquez

Lic. En Antropología. Facultad de Filosofía y Humanidades. Universidad Nacional de Córdoba

“La carnicería de Médicos y Hospitales: Una etnografía virtual sobre los escraches y resistencias en el Parto humanizado”